Diretor e produtora contam como foi adaptar texto de Brecht para realidade social brasileira.

Realizado pelo coletivo Tela Suja, "Pão e Gente" foi exibido em competição na Mostra Aurora, na 23ª Mostra de Tiradentes. O filme surgiu paralelamente à encenação de uma peça e é uma adaptação do texto “A Padaria”, de Bertolt Brecht, escrito no começo dos anos 1930, tendo o desemprego como tema principal.

Segundo o curador Francis Vogner dos Reis, o filme busca “reconstituir o conteúdo do material original para o meio urbano contemporâneo do Brasil, onde as questões apontadas pelo dramaturgo alemão ainda podem reverberar hoje”.

Na entrevista que gravamos com o diretor Renan Rovida e a produtora Maria Tereza Urias, eles falam sobre a origem do projeto e sua integração com a linguagem teatral, em especial pela influência de Brecht, e o quanto a realidade social brasileira foi uma motivação para realizar peça e filme.

- Confira toda a nossa cobertura da 23ª Mostra de Cinema de Tiradentes.

- Receba nossa newsletter e conteúdo exclusivo de cinema.

Share | Download